31.12.13

 

- Senhor, peço desculpa, mas quero pedir-Vos uma coisa.

- Pois pede; sou todo ouvidos.

- Quero ser livre.

- Queres ser livre!?

- Sim, Senhor, quero ser livre. Concedeis-me a minha liberdade?

- Mas como será essa a tua liberdade? Como queres que ela seja?

- Quero poder agir de acordo com os meus sentimentos e desejos, de acordo com o amor e a obediência que Vos devo, de acordo com o respeito e o amor que tenho a todas as outras pessoas. Quero ser respeitado na pessoa que sou e pela pessoa que sou, na forma como ajo, naquilo que faço, na forma como conduzo a minha vida. Quero poder dizer sim e poder dizer não, de acordo com a minha vontade e com aquilo que, em cada momento entendo como adequado e razoável para o bem de todos. Quero poder afastar-me de pessoas e de lugares, e aproximar-me de outros, e aos primeiros voltar, e sentir o prazer de ir e de voltar e de estar. Quero gostar de quem gostar. Quero que gostem de mim. Quero amar quem amar. Quero que haja alguns que me amem. Quero ser de Vós e do mundo e das pessoas. Quero poder dar-me sem medos, sem limites, senão os da minha vontade e da minha capacidade. E se num momento não tiver vontade, quero ficar apenas em mim e na companhia de Vós. Compreendeis. Senhor?

- Sim, compreendo-te.

- Então, Senhor, poderei ter a minha liberdade? O que é necessário para que eu possa ter a minha liberdade, para que eu possa ser livre?

- Mas tu és livre! Eu libertei-te, há muito tempo, desde sempre, de tal modo que já nasceste livre.

- Mas sou livre como, Senhor? Não sou entendido, nem aceite, nem respeitado. Parece que por mais que faça, mais longe estou dos outros e da minha liberdade. Estou sempre a ser observado e analisado e criticado. Esperam coisas de mim às quais nunca corresponderei pois não sei o que querem; e mesmo se soubesse, não sei se seriam também da minha vontade. Falam de mim como se eu espalhasse o mal por todos, devagarinho. Exigem sempre que faça isto e que diga aquilo e que esteja calado face a aqueloutro. E eu tenho medo, medo de dizer, do que digo, de como digo, e do que não digo. Medo de fazer, do que faço, de como faço e do que não faço. Contrapõem o que digo com coisas que entendem que eu quero dizer. E eu tenho medo desse confronto, pois eu apenas digo e não quero nunca dar outros sentidos ao que digo. Tenho medo da perda de dignidade sempre que há um desacerto destes; e eu vivo nestes desacertos. Senhor, como é que eu sou livre?

- Entendo a tua angústia. Suponho que em diversos momentos ela se transforme em desespero. Mas tu és livre! E do que acabaste de dizer, eu confirmo que és um Homem livre! Como poderias ser tu mais livre? Como poderia a tua liberdade ser diferente?

- Não sei, Senhor… Mas eu necessito de ser livre.

- Para um pouco. Pensa comigo. Quem é que não é livre? És tu que não és livre, ou são essas pessoas com as quais te debates que não são livres? Será livre aquele que tira a liberdade ao outro?

 

Fernando Couto

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 10:00  Comentar

Maputo | Moçambique

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Vanessa Santana

Dezembro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
14

16
18
19
21

23
25
26
28

30


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
gostei muito do tema artigo inspirado com sabedori...
Não podia concordar mais. Muito grata pelo comentá...
Dinheiro compra uma cama, mas não o sono...Compra ...
Caro Eurico,O cenário descrito neste artigo enquad...
Grande artigo, que enquadra-se com a nossa realida...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: