9.10.12

 

Se vivo a vida conforme a entendo, sem ligar ao que os outros pensam ou dizem? Claro que sim!

A resposta é rápida, fica bem por ser convencional, mas é mentirosa. Na verdade, dia a dia, a minha vida é maltratada. Imponho-lhe orientações concordatas com o senso comum. Ainda que a resposta verdadeira seja: Claro que não! A minha vida é condicionada por tudo e por todos, limito-me à resposta convencional e, outra que não esta, só é possível se complementada com uma explicação que convença de que não sou uma Maria-vai-com-as-outras. Levanto-lhe barreiras. Barreiras que me impedem de atravessar zonas desconhecidas, protegendo-me do medo de viver novas experiências. Crio-lhe expetativas. Expetativas que me angustiam se são defraudadas, ou exaltando-me se são superadas. E os maus tratos continuam com  medos e receios, falta de vontade ou má vontade, e tantos e muitos outros males.

 

Sonhar é dar à minha vida a qualidade que lhe vou roubando.

 

Se o que tenho não é suficiente, ou não é bom, construo em sonhos um fato à medida das minhas necessidades. Nunca nos meus sonhos me faltou a coragem para dizer o que realmente quero e penso. Nunca aí deixei de ser ambiciosa, desmesuradamente ambiciosa. Paro no ponto em que a imaginação já não alcança mais, mas, ainda assim, muito para lá do que me permito na realidade. Em sonhos, vivo em liberdade, a minha liberdade, que acolho sem condicionalismos e com carinho.

O sonho funciona como um mediador que me ajuda a viver calma e tranquilamente,  tranquilidade de quem sabe que tudo é possível nem que mais não seja, em sonhos.

 

Cidália Carvalho

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 20:05  Comentar

Maputo | Moçambique

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

> Alexandra Vaz

> Ana Bessa Martins

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Leticia Silva

> Maria João Enes

> Rui Duarte

> Sandra Pinto

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Outubro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
17
18
20

21
22
24
25
27

28
29
31


Arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
gostei muito do tema artigo inspirado com sabedori...
Não podia concordar mais. Muito grata pelo comentá...
Dinheiro compra uma cama, mas não o sono...Compra ...
Caro Eurico,O cenário descrito neste artigo enquad...
Grande artigo, que enquadra-se com a nossa realida...
Presenças
Ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: