12.10.12

 

Sonhos…

É assim que fico quando penso em sonhos… Fico a divagar, pensado o que poderia fazer e não faço… Pensado no que queria fazer e já fiz. O que sentirei depois de sonhar e tornar esses sonhos realidade…

É nesse estado que me encontro… A divagar…

Depois de tantos anos a sonhar com algo, ou “algos”, isso foi tudo alcançado. E agora?

De que me valeram esses sonhos se os consegui alcançar? Valem-me o medo de os perder, de os materializar e deixarem de ser apenas isso, sonhos.

Quando eram os grandes sonhos de uma vida, eram lindos, enormes, grandes objetivos de vida que me guiavam e davam forças para acordar todos os dias, com a felicidade de caminhar em direção a um lugar: os sonhos.

Agora depois de alcançados, depois de deixarem de estar apenas em pensamentos, deixaram de ser grandes e passaram a ser apenas sonhos alcançados.

Pior! Passaram a ser sonhos alcançados que afinal tinham mais sabor quando imaginados... A felicidade de os ter tido ainda existe, mas coexiste o receio de não saber sonhar novamente, pois todos os pensamentos estão aqui, na minha mão e já não na minha cabeça.

Utilizando um início de frase muito conhecido entre os católicos, “bem-aventurados os que” sonham e vivem a sua vida felizes apenas por sonhar.

O que fazer depois de concretizar tudo o que sempre desejei?

Sonhar, continuar a sonhar para continuar a ter a mente ativa e pronta para a mudança.

Ah! E tentar ver os sonhos concretizados como isso mesmo, como algo muito importante e grande, embora esteja “à mão de semear”.

 

Sónia Abrantes

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 20:05  Comentar

Maputo | Moçambique

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Outubro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
17
18
20

21
22
24
25
27

28
29
31


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
gostei muito do tema artigo inspirado com sabedori...
Não podia concordar mais. Muito grata pelo comentá...
Dinheiro compra uma cama, mas não o sono...Compra ...
Caro Eurico,O cenário descrito neste artigo enquad...
Grande artigo, que enquadra-se com a nossa realida...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: