2.3.10

 


 


Venho contar a história do Sr. Joaquim.

Não o conheci, não sei quem era, mas conto de ouvir contar.

O Sr. Joaquim preferia o lazer ao trabalho – mas não era preguiçoso.

Homem muito alegre, morava junto ao mar e começava o seu dia correndo, ou apenas caminhando, com o mar a beijar-lhe os pés.

Adorava cantar e tinha fama de bom bailarino.

Nunca ninguém viu o Sr. Joaquim fumar - dizia que cheirava mal e que manchava os dentes.

Bebia o seu copo de vinho, ou a sua cerveja, de quando em vez. Bebia sempre muita água e adorava leite.

O Sr. Joaquim era magro, comia pouco e preferia sempre o peixe, os legumes e as frutas. Raramente comia carne – dizia que se sentia pesado. Adorava cenouras e laranjas.

O Sr. Joaquim era homem de fé, fervoroso devoto de São Paulo, a quem dizia dever muito.

Com bom aspecto, culto e bem-falante, coleccionou muitas paixões – todas magras, acima dos 25 anos, alegres e muito carinhosas. Casou aos quarenta anos, teve cinco filhos e netos sem conta.

Gostava de passear e de viajar, conhecer outras terras, outras gentes. Via muitos filmes, lia muito e dizem que gostava de escrever poesia – porém nunca ninguém conseguiu ler nenhuma.

Bem disposto e activo, seguiu sempre o seu estilo saudável de vida - como todos os outros, acabou por morrer. Mas tinha cento e cinco anos.

 

FCC


 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 02:05  Comentar

De Cidália Carvalho a 15 de Março de 2010 às 23:01
Vida assim não é para todos, mas o resultado final compensa que se faça um esforço.

De mariah a 12 de Março de 2010 às 19:19


[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<BR><BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>OlÁ</A> FCC <BR><BR>Ana é um daqueles seres… <BR><BR><BR>Ana é um daqueles seres que não fala. <BR>A luz , a sua única tesoura , recorta-lhe a face emoldurada por finos fios de cabelo, <BR>como se deles nascesse toda a nostalgia da terra. <BR>As mãos deslizam, sem ruído, na teia da mesa. <BR>Por onde vão passando os olhos, deve correr um rio de memórias. <BR>As cores não encontram caminho de regresso. <BR>Atravessam os pequenos corpúsculos da luz e as paredes nuas que nos cercam. <BR>Caminhamos, ambas, sobre a superfície dos mortos, entre os dedos e a tela do espaço, com a derradeira pincelada a ocre. <BR>O silêncio é um abismo assombroso onde tecemos o nosso próprio logro. <BR>Ana continua pintando… com as mãos na tesoura da luz. <BR>Penso tantas vezes que é possível amar qualquer pessoa. <BR>

De Susana Cabral a 9 de Março de 2010 às 15:02
Olá FCC

O Sr. Joaquim teve de facto não só uma vida saudável , como também representa um ideal de vida...que bom que seria se alguns de nós o conseguissem viver ou ter.

:)


Maputo | Moçambique

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Vanessa Santana

Março 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
17
18
20

21
22
24
25
27

28
29
31


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
gostei muito do tema artigo inspirado com sabedori...
Não podia concordar mais. Muito grata pelo comentá...
Dinheiro compra uma cama, mas não o sono...Compra ...
Caro Eurico,O cenário descrito neste artigo enquad...
Grande artigo, que enquadra-se com a nossa realida...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: