18.5.12

 

Não Tenho Pressa

 

Não tenho pressa. Pressa de quê?

Não têm pressa o sol e a lua: estão certos.

Ter pressa é crer que a gente passa adiante das pernas,

Ou que, dando um pulo, salta por cima da sombra.

Não; não sei ter pressa.

Se estendo o braço, chego exactamente aonde o meu braço chega –

Nem um centímetro mais longe.

Toco só onde toco, não aonde penso.

Só me posso sentar aonde estou.

E isto faz rir como todas as verdades absolutamente verdadeiras,

Mas o que faz rir a valer é que nós pensamos sempre noutra coisa,

E vivemos vadios da nossa realidade.

E estamos sempre fora dela porque estamos aqui.

 

Alberto Caeiro, in "Poemas Inconjuntos"

 

 

Já Fernando Pessoa sabia... bem antes das redes sociais e dos jogos virtuais, já ele sabia que é da natureza humana fugir do seu próprio tempo para outro tempo que não existe... É da natureza humana a permanente insatisfação, a procura constante do que está mais à frente ou daquilo que ficou para trás, quando ainda não se sabia o quanto era valioso... é da natureza humana pensar que podemos ou sabemos mais por acharmos que fintamos o tempo se formos mais rápidos. Esquecemo-nos que o mundo já existia antes de nós, que continuará depois da nossa passagem e que nada mudará… esquecemo-nos que o sol e a lua é que ritmam as nossas vidas e que só temos a aprender com isso.

Quantas vezes os nossos sonhos e desejos nos levam a viver vidas paralelas onde tudo seria reconstruído desde o início, sem erros, sem problemas, sem mágoas e com braços que pudessem alcançar o mundo inteiro. Se continuarmos a sonhar com a vida perfeita, deixaremos o tempo passar, deixaremos a vida correr, deixaremos escoar os momentos da nossa vida só porque não temos aquilo que achamos que queremos.

 

Estefânia Sousa


Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 01:05  Comentar

Maputo | Moçambique

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Maio 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
16
17
19

20
21
23
24
26

27
28
30
31


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
gostei muito do tema artigo inspirado com sabedori...
Não podia concordar mais. Muito grata pelo comentá...
Dinheiro compra uma cama, mas não o sono...Compra ...
Caro Eurico,O cenário descrito neste artigo enquad...
Grande artigo, que enquadra-se com a nossa realida...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: