28.10.16

AtTheBloodbank-LynnGreyling.jpg

Foto: At The Bloodbank – Lynn Greyling

 

Decidira ter o privilégio de doar uma parte do seu sangue. Tivera conhecimento que era considerado dador universal. O seu tipo de sangue era O Rh negativo, por isso qualquer pessoa poderia receber o seu sangue, quer tivesse antigénios do tipo A, B ou AB e como o antigénio Rhesus estava ausente, poderia também ser recebido por todos o que tinham Rh positivo ou negativo. Compreendera que o seu sangue poderia ser partilhado sem restrições por toda a humanidade.

Enquanto observava o seu precioso líquido cor de rubi deslizar pelo tubo que lhe saía do braço, deixou-se afundar no nevoeiro dos seus pensamentos.

 

Vê-se rodeado numa nuvem alva de algodão. Consegue perceber os contornos humanos através da cortina de névoa, da voz que se lhe dirige. Diz-lhe a voz envolvente e carinhosa, que ele é um dos escolhidos para acordar a humanidade do negro pesadelo em que vive. É-lhe revelado que chegou o momento dos humanos terem consciência da sabedoria do universo e perceberem que cada ser humano é apenas uma partícula que faz parte de um imenso organismo infinito.

Acorda subitamente, com os movimentos de reanimação da enfermeira que entretanto já tinha guardado a sua vital dádiva.

Sorriu. Sentia uma paz imensa. Com um olhar profundo e sábio, as suas palavras flutuam amorosamente:

 

Somos todos um único ser infinito. O que corre nas veias de todos os humanos é o fluído da vida que nos liga uns aos outros, sem escolher raça, género, religião… Trazemos dentro de nós, a correr-nos nas veias, a herança de todos os nossos antepassados, desde os primórdios da vida em todo o universo. Somos todos um. Os herdeiros da Vida e da Sabedoria Universal.

 

Tayhta Visinho

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 09:30  Comentar

Maputo | Moçambique

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

>Alexandra Vaz

>Ana Martins

>Cidália Carvalho

>Ermelinda Macedo

>Fernando Couto

>Jorge Saraiva

>José Azevedo

>Leticia Silva

>Maria João Enes

>Rui Duarte

>Sandra Pinto

>Sandra Sousa

>Sara Almeida

>Sara Silva

>Sónia Abrantes

>Teresa Teixeira

Outubro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
13
15

16
18
19
20
21
22

23
25
27
29

30


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
gostei muito do tema artigo inspirado com sabedori...
Não podia concordar mais. Muito grata pelo comentá...
Dinheiro compra uma cama, mas não o sono...Compra ...
Caro Eurico,O cenário descrito neste artigo enquad...
Grande artigo, que enquadra-se com a nossa realida...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: