7.9.16

Hamburg-FranzPSauerteig.jpg

Foto: Hamburg – Franz P. Sauerteig

 

Quando é que começámos a jogar este jogo perigoso, este jogo do “toca e foge”? Não! A pergunta certa é: quando é que nos perdemos neste jogo perigoso?

Ignoras as minhas dúvidas e inquietações, não dás importância aos meus pensamentos, não percebes, ou finges não perceber, o quanto eu consigo viver alienada da realidade… É como se dissesses “vem”, mas na verdade seja “não venhas”. E eu vou acreditando que, um dia, irás compreender que vivo mais na realidade que acontece dentro da minha cabeça do que na realidade real. Não compreender o meu corpo, mas invadires o meu pensamento, envolveres-te em tudo aquilo que se passa na minha mente inquieta.

Interessas-te? Não e, por breves momentos, também eu perco o interesse.

Mas acabamos sempre por voltar à nossa realidade paralela, alienados de tudo o que nos rodeia, nessa aleatoriedade onde tu estás, onde eu estou, onde nós existimos. E que comece o jogo da conquista! Ou da incerteza! Movimentamo-nos ao som da nossa própria música, que nunca foi nossa; perdemo-nos nas nossas palavras, que se desfazem de intensidade e sentido. Somos dois peões que se movimentam num tabuleiro sem uma estratégia definida, levados pelo sabor do outro. É um momento de loucura como tantos outros, onde movemos os nossos corpos ao ritmo de algo que, no dia a seguir, percebemos que já nem sequer faz sentido algum. Mesmo assim tu insistes em perguntar-me: A menina dança?

 

Sandra Sousa

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 09:30  Comentar

Maputo | Moçambique

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Vanessa Santana

Setembro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
13
15
16
17

18
20
21
22
24

25
27
28
29


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
gostei muito do tema artigo inspirado com sabedori...
Não podia concordar mais. Muito grata pelo comentá...
Dinheiro compra uma cama, mas não o sono...Compra ...
Caro Eurico,O cenário descrito neste artigo enquad...
Grande artigo, que enquadra-se com a nossa realida...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: