29.6.15

MascaraPepino.jpg

 

- Eu não tenho em atenção o dinheiro?! Eu?! – grita ela saltando da cadeira.

- Exato!! – estica ele com o indicador direito.

- Meu querido, se há aqui alguém que não presta qualquer atenção ao dinheiro és tu! – diz ela tentado humilhá-lo, com as mãos abertas, abanando a cabeça num curto movimento reprovador.

- Minha querida, não sou eu que gasto uma fortuna no cabeleireiro, em tratamentos à pele, em tratamentos às unhas, em massagens com nomes esquisitos, em carteiras, em pulseiras e colares!!

- Eu gasto fortunas nisso?! Ai, gasto?! Pois fica sabendo: eu tenho de me arranjar!! Ou queres eu ande para aí como uma sem-abrigo?! Queres?! Uma desarranjada, deslavada, descuidada?! É isso que queres?! Não te importas que eu, a tua mulher, ande de qualquer maneira?! Não te importas, pois não?!

- Importo sim, mas não é isso que aqui está em causa! O que está aqui em causa… - e perdeu a vez pois ela já gritava bem mais alto:

- Não, não te importas, não!! A única coisa que te importa, são as comezainas e as noitadas com o gangue dos teus velhos amigos da escola! Nisso tu podes gastar tudo o que te apetecer! Com isso não tens tu preocupações! Com isso e com a porcaria das músicas e dos filmes! Esse dinheiro não faz falta; o que faz falta é o dinheiro que eu gasto para não parecer uma pindérica!!

- Já só cá falta isso… Os meus amigos e mais as músicas e mais os filmes! Pois fica sabendo minha menina, de uma vez por todas pois já estou cansado de explicar isto: um homem tem de se divertir, de espairecer, tem de ter outros interesses e distrações que não seja só o trabalho!! E o que eu gasto nisso é uma parte ínfima do dinheiro que tu atiras fora com as tuas amigas, nessa treta dos centros de beleza! Beleza! Nota bem: beleza! Ainda por cima elas são feias que nem bodes… como se tanto centro de beleza alterasse alguma coisa… Tu nem precisas disso, mas gostas de alinhar com elas!! E isto para não falar dos rios de dinheiro que vão na compra de sapatos! Ainda estou para descobrir para que queres tantos sapatos quando só tens dois pés!! – disse ele enquanto ela se retorcia para não começar a partir as peças que estavam sobre os móveis.

- Tu és um bruto!! E um grunho!! Tu estarias bem era a chafurdar num chiqueiro com uma porca qualquer ao teu lado!! Estúpido!! A minha mãe bem me avisou que tu eras um bruto, mas eu estava como que anestesiada… As minhas amigas são feias?! Ai são?! E os teus amigos queridos, são o quê?! Já olhaste bem para eles? E para ti? Tens olhado o espelho? Todos gordos, barrigudos e carecas?!

- Eu sou careca?! Careca?! Estás a confundir-me com quem? E agora já nada falta nesta nossa fantástica conversa – a tua estimadíssima mãezinha já chegou! Ela e os seus sábios conselhos!! Não são as alarvidades que ela deita pela boca fora que pagam a escola da nossa filha, nem o que ela come, nem tudo o que ela precisa! Deveis achar que o dinheiro estica, não?! Só tenho pena é do teu pai! Coitado, a aturar uma catatua daquelas durante tantos anos! Aquela nasceu a dizer mal da própria parteira!!

- Tu… Meu ignorante!! Tu… - agora o indicador direito dela também estava esticado.

- Eu o quê?! Fala! Diz: eu o quê?!

- Tu, meu bruto… - e foi interrompida pelo grito da Rita:

- Se neste ano eu for apenas a três festivais de verão, isso ajuda a que não discutam?!

 

Fernando Couto

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 08:00  Comentar

Maputo | Moçambique

 pessoa(s) ligada(s)

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Articulistas

> Alexandra Vaz (PT)

> Ana Martins (PT)

> Cidália Carvalho (PT)

> Ermelinda Macedo (PT)

> Fernando Couto (PT)

> Fernando Lima (PT)

> Jorge Saraiva (PT)

> José Azevedo (PT)

> Leticia Silva (PT)

> Rui Duarte (PT)

> Sandra Pinto (PT)

> Sandra Sousa (PT)

> Sara Almeida (PT)

> Sónia Abrantes (PT)

> Tayhta Visinho (PT)

> Teresa Teixeira (PT)

Junho 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

14
16
18
20

21
23
25
27

30


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
gostei muito do tema artigo inspirado com sabedori...
Não podia concordar mais. Muito grata pelo comentá...
Dinheiro compra uma cama, mas não o sono...Compra ...
Caro Eurico,O cenário descrito neste artigo enquad...
Grande artigo, que enquadra-se com a nossa realida...
Parabéns Ana Martins, uma abordagem bastante suges...
Obrigado Denise, embora sinta que tenha sido basta...
Muito bom !Explicou exactamente o que eu penso!!!
Concordo plenamente caro Dr. Sendi, o facto é que ...
Gostei muito do artigo .Estou plenamente de acordo...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: