29.8.14

 

- Eu não deito papéis para o chão.

- Mas isso é ser civilizado, não achas Joaquim?

- Eu ajudo a minha avó a calçar os sapatos.

- E quando o Luís ajuda a avó… está a ser atencioso.

- Eu gosto muito dos animais e fico triste quando alguém lhes bate.

- Ainda bem, Tiago. Mostra que és sensível e delicado.

- Mas eu perguntei ao Joaquim se o cão dele estava melhor e ele não me respondeu…

- Foste amável com o Joaquim. Foi pena que ele não tivesse correspondido ao teu gesto. Se calhar não ouviu.

- Eu digo bom-dia ao senhor do autocarro e ele também me diz.

- És respeitador, Manuel. E o senhor do autocarro também. Mas está na altura de relembrar o desafio que vos lancei: dêem-me exemplos da vossa boa-educação.

- Eu não digo palavrões. Quer dizer, quando estou muito, mesmo muito chateado digo “que caraças!”. Mas é só isso e é dito baixinho.

- Pois é André. Tu és um rapaz decente.

- Eu fico triste por ver meninos com fome, e ver meninos na guerra e a chorar e sem escolas como a nossa e tudo isso.

- O que demonstra que o Caio é solidário. Vamos lá, mais um pequeno esforço. Eu sei que vocês são bem-educados e que me podem dar exemplos da vossa boa-educação.

- Eu às vezes ofereço uma flor aos meus pais. Mas é só quando eles me dão uma prenda ou um chocolate ou assim uma coisa de que eu goste muito.

- O teu gesto é simpático. Um dia, experimenta oferecer-lhes uma flor sem receber nada em troca.

- Eu brinco com todos os meninos da mesma maneira. Há lá um menino que é de Timor, outro que é de Angola e outro só tem uma perna. A minha mãe até me disse que ele nasceu assim e vai ficar sempre assim.

- Sabes o que tu és? És um menino bem-formado.

- Eu não atravesso a rua fora das passadeiras e não faço birras. A minha mãe também não. O meu pai e a minha irmã às vezes atravessam um bocadinho fora das passadeiras.

- Tu e a tua mãe são disciplinados e ordeiros. Explica ao teu pai e à tu irmã o que devem fazer.

- Eu leio muitos livros.

- Vais ser uma pessoa instruída, o que é muito bom. Pede aos teus pais para te darem livros bem escritos, com temas interessantes e próprios para a tua idade. Então, não há mais exemplos?

Gerou-se um burburinho na sala, correspondente ao silêncio comprometido dos adultos e por fim falou a Luísa:

- Eu acho que afinal nós não somos bem-educados.

- Estás enganada, Luísa. Cada um de vós deu um exemplo. Certamente escolheram aquele que consideram ser o exemplo mais importante e a turma, no seu conjunto, acaba de dar o significado completo do que é ser bem-educado. Na verdade, ser bem-educado é ser civilizado, ser atencioso, delicado, amável, ser respeitador, decente, solidário, simpático e bem-formado, ser ordeiro e instruído. É aprender das vossas famílias e dos vossos professores a maneira mais correcta de conviver com as outras pessoas, os animais, as plantas e a natureza em geral. Estou muito contente e orgulhoso dos meus alunos.

 

José Quelhas Lima

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 09:00  Comentar

Maputo | Moçambique

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Equipa

>Alexandra Vaz

>Ana Martins

>Cidália Carvalho

>Ermelinda Macedo

>Fernando Couto

>Jorge Saraiva

>José Azevedo

>Leticia Silva

>Maria João Enes

>Rui Duarte

>Sandra Pinto

>Sandra Sousa

>Sara Almeida

>Sara Silva

>Sónia Abrantes

>Teresa Teixeira

Agosto 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
14
16

17
19
21
23

24
26
28
30

31


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
gostei muito do tema artigo inspirado com sabedori...
Não podia concordar mais. Muito grata pelo comentá...
Dinheiro compra uma cama, mas não o sono...Compra ...
Caro Eurico,O cenário descrito neste artigo enquad...
Grande artigo, que enquadra-se com a nossa realida...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: