6.10.14

Ou Fórmula resolvente?

Eu, que sou de matemática, penso que seria realmente mais fácil se houvesse uma fórmula que resolve-se qualquer situação da vida.

Será que há?

Às vezes penso que encontrei. Há dias que basta sorrir, com um sorriso sincero, de alma e coração, vindo bem lá do fundo.

Às vezes amanheço assim, partilho essa sensação com que me cruzo e colho daí bons resultados. Mas, ao longo do dia, vou perdendo esse ânimo, trocando o sorriso profundo por um sorriso que quero manter porque sei que é bom, sei que me faz bem a mim e aos outros.

No final desses dias, penso que afinal não é tão simples como parecia no início. Afinal, a fórmula tem muitas variáveis e cada uma com ponderações diferentes, consoante cada pessoa com quem interagimos, consoante o estado de espírito de cada um.

Já referi isto noutros artigos, mas não me canso de repetir que em tempos recebi um e-mail, daqueles que circulam anónimos, que dizia que não devemos aceitar ser o caixote do lixo dos outros. Concordo plenamente com isso, mas a verdade é que as pessoas existem, o lixo circula e é depositado por aí, normalmente em local indevido.

Qual a solução para isso?

Qual a receita mágica para viver bem com o lixo dos outros?

Pensar isso mesmo, que conseguimos viver bem na mesma admitindo que o lixo não é nosso e reutilizá-lo da melhor forma transformando-o em algo aproveitável.

Às vezes não é possível, então, tentamos eliminá-lo da mente pura e simplesmente. Fazer de conta que não existe.

Para mim a receita não é criticar negativamente nem procurar erros. É sim deixar que as coisas aconteçam naturalmente e a seu tempo.

A vida tem pressa? Não.

Amanhece e anoitece quando tem que ser e só isso comanda o nosso dia.

 

Sónia Abrantes

 

Link deste ArtigoPor Mil Razões..., às 09:00  Comentar

Maputo | Moçambique

 pessoa(s) ligada(s)

Pesquisar
 
Destaque

 

Porque às vezes é bom falar.

Articulistas

> Alexandra Vaz (PT)

> Ana Martins (PT)

> Cidália Carvalho (PT)

> Ermelinda Macedo (PT)

> Fernando Couto (PT)

> Fernando Lima (PT)

> Jorge Saraiva (PT)

> José Azevedo (PT)

> Leticia Silva (PT)

> Rui Duarte (PT)

> Sandra Pinto (PT)

> Sandra Sousa (PT)

> Sara Almeida (PT)

> Sónia Abrantes (PT)

> Tayhta Visinho (PT)

> Teresa Teixeira (PT)

Outubro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14
16
18

19
21
23
25

26
28
30


Arquivo
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Comentários recentes
Não podia concordar mais. Muito grata pelo comentá...
Dinheiro compra uma cama, mas não o sono...Compra ...
Caro Eurico,O cenário descrito neste artigo enquad...
Grande artigo, que enquadra-se com a nossa realida...
Parabéns Ana Martins, uma abordagem bastante suges...
Obrigado Denise, embora sinta que tenha sido basta...
Muito bom !Explicou exactamente o que eu penso!!!
Concordo plenamente caro Dr. Sendi, o facto é que ...
Gostei muito do artigo .Estou plenamente de acordo...
Há uma força interior que nos orienta nas decisões...
Presenças
Outras ligações
Música

Dizer que sim à vida - Carlos do Carmo:

 

Dizer que sim à vida - Luanda Cozetti: