De Cidália Carvalho a 24 de Novembro de 2009 às 22:13
Olá Cecília,
È bom ter notícias tuas.
Bjnh

De Cecília Pinto a 24 de Novembro de 2009 às 13:51
Terrível a perda de uma criança em tão tenra idade, por motivos tão evitáveis, do que se tratasse de uma doença ou acidente...infelizmente a morte não volta atrás, apenas permanece...é chocante e não é nosso filho...nem eu sou mãe, mas mesmo que fosse seria tão dificil imaginar o que iria realmente sentir...sei de fonte próxima aquelas crianças que não morrem, mas podiam, sobrevivem..trazem essa criança dentro de si e é difícil olhar para trás, porque a ferida não cicatriza...que o younes descanse em paz...pelo menos onde estiver, esteja em paz...

De Cidália Carvalho a 23 de Novembro de 2009 às 23:06
Alexandra,
Não me custa imaginar o que estás a sentir...

Bjnh

De Cidália Carvalho a 23 de Novembro de 2009 às 23:05
Pois é Marcolino, não há palavras...

Estive no seu espaço e deixei um comentário, não percebi nada do que aconteceu porque o comentário apareceu com outro nome.
Coisas de máquinas e qu eu não domino...

Fique bem!

De Cidália Carvalho a 23 de Novembro de 2009 às 23:02
Olá Joel!
Bem vindo a este nosso espaço.
Que esta seja a 1ª de muitas participações.

Fica bem!

De Joel a 23 de Novembro de 2009 às 22:17
É um planeta estranho, este. Muito estranho.

De Marcolino a 23 de Novembro de 2009 às 02:38
Olá, Cidália!

...

Marcolino

De Alexandra Vaz a 23 de Novembro de 2009 às 02:29
Cidália,

É, sem dúvida nenhuma, das coisas mais tristes que li em toda a minha vida. Saber que existem situações como esta está para lá do humanamente aceitável.
Esta noite, as minhas preces incluem o pequeno Younes. Também me sinto de luto...