De Cidália Carvalho a 18 de Abril de 2010 às 18:02
Conceição,
Totalmente de acordo consigo. Entendo que a vida é para ser vivida dia a dia em toda a sua plenitude e a morte existe para dar ainda mais sentido à vida.
Fique bem!

De Cidália Carvalho a 18 de Abril de 2010 às 17:56
João Nuno
Já me tinha cruzado com este titulo e tinha-o achado sugestivo, agora que o recomenda vou lê-lo sim.
Fique bem!

De João Nuno a 18 de Abril de 2010 às 01:29
Mais um excelente momento de partilha.
Sobre a morte aconselho a leitura do livro "Sem ti, Inês". O relato de uma mãe em luito; um relato muito sentido.
Boa semana!
João Nuno
http://joaonunomb.spaceblog.com.br

De Conceição a 17 de Abril de 2010 às 10:39
A única certeza da vida é a morte. E não saber o que é, ou o que traz, ou para onde nos leva, é o encanto misterioso da vida. Por difícil que seja, o melhor mesmo é não pensar nela e viver cada instante como se fosse o último. A vida é para ser vivida da melhor maneira que soubermos e pudermos. Se tivemos o privilégio da VIDA temos a obrigação de a viver sem deixar que o fantasma da morte a ensombre.