De Ana Lua a 13 de Janeiro de 2009 às 14:01
Acho que o facto de não se (so)rrir é que demonstra pouco siso... mas tudo depende dos pontos de vistas...
(So) rrir com o mundo em sofrimento e em recessão económica não é fácil, e demonstra pouco siso(??) Mas o sorrir também significa esperança e optimismo de que nem tudo é mau, nem tudo é negro... E como a Estefânia diz e muito bem, o riso é contagiante!!!
Vamo-nos todos contagiar e ajudar a contagiar o mundo para que este não pareça tão mau!!!

De Cidália Carvalho a 11 de Janeiro de 2009 às 17:23
Diz o ditado que muito riso pouco siso.
A fazer fé na sabedoria popular, um sisudo é aquele que tem muito siso ou que ri pouco?

De Estefânia a 11 de Janeiro de 2009 às 00:09
Tem piada ... hoje estava sentada num banco de aeroporto e uma senhora com um bebé senteu-se ao meu lado... A senhora brincava com o bebé que começou a rir às brincadeiras da mãe. Senti subir em mim uma enorme vontade de acompanhar as suas deliciosas gargalhadas... Quando ouço uma gargalhada de bebé, não consigo deixar de rir. O riso tem esse poder, uma linguagem internacional e contagiante. :)